Notícia - 30/10/2018 - 15:00

Albert Costa afirma que a melhor maneira de inovar é através da tecnologia.

No dia 04 de Setembro, a Webeleven esteve presente no Expo Digitalks 2018. Com a presença ilustre do nosso CEO Albert Costa, na qual dissertou conceitos aplicados em projetos práticos e demonstrou ao vivo as soluções reais no formato de uma palestra engajada para promover a melhor experiência do público. Oferecendo assim, um vislumbre imersivo e interativo em cases que a Webeleven entregou para clientes como a Porto Seguro e Coca-Cola/FEMSA - através das tecnologias Realidade Aumentada, Virtual e Mista.

Agora, daremos ínicio a uma série de perguntas com o Albert para entendermos um pouco mais sobre como foi a sua palestra no Expo Digitalks 2018 - Palco Experience.


1.  Albert, qual foi a estratégia da Webeleven no palco Experience?


A idéia central da nossa apresentação foi demonstrar como as novas tecnologias estão sendo aplicadas na prática por empresas inovadoras.


Portanto, fizemos algumas demonstrações de VR - (Realidade Virtual). Levamos um óculos para mostrar alguns projetos e algumas aplicações possíveis. Em seguida, demonstramos em AR (Realidade Aumentada) e AI (inteligência artificial) um set de soluções dentro de um app que recentemente entregamos para a COCA COLA/FEMSA. E, no final da palestra, apresentamos um vídeo pelo executivo de Canais de Marketing na Coca Cola/FEMSA. Um de nossos clientes satisfeito pela aplicação.


2. Albert, fale um pouco mais sobre o Case da Coca: O que a Webeleven fez para o cliente e como pretendem mostrar para o público?


Bom, oferecemos algo bem conciso e explicativo para o público. Demonstramos  na prática a experiência da solução criada. Colocamos uma geladeira no palco para apoiar na tecnologia de realidade aumentada e o reconhecimento de imagem presentes no aplicativo.


App-Coca-Cola-Femsa

Aplicativo feito para o cliente FEMSA


O APP desenvolvido para a FEMSA, recebeu novas funcionalidades em AR e AI, apoiando com ainda mais efetividade na demanda relacionada a Visual Merchandising (Planograma). O App exibe na tela por sobreposição de imagens o visual da organização dos produtos recomendada no ponto de venda. Junto com a AI para reconhecer a imagem e dar um feedback para o usuário se o planograma está correto ou não.



2. Como foi a interatividade em VR (Realidade Virtual) ?


Na aplicação em VR, consideramos apresentar uma simulação do case entregue para a Porto Seguro - Exposeg. Cujo dois participantes da plateia foram ao palco e sentiram-se imerso ao case. Os participantes jogaram o game de caça palavras e foram desafiadas a encontrarem o maior número de palavras possíveis dentro do tempo limite.


Veja a campanha da Porto seguro - Exposeg




3. De que forma o uso da realidade virtual pode atrair mais consumidores, aumentar as vendas e fidelizar clientes?


Bom, tanto a realidade virtual, quanto a realidade aumentada abrem inúmeras possibilidades  de aplicações práticas. Dentre elas vamos destacar:


A) Treinamentos de processos e simulações:


Através da a realidade virtual podemos criar cenários imersivos demonstrando uma situação da vida real, dando total foco aquilo que deve ser treinado, sem as comuns distrações externas ou outros competidores de atenção. Além de ser extraordinariamente mais atrativo para o usuário, tornando mais agradável e dando um caráter de entretenimento diferente por exemplo da leitura de um manual técnico. Podemos também pegar processos complexos e simplificar em etapas, fazendo com que o usuário possa testar várias vezes a mesma etapa antes de passar para uma próxima. (Exemplo: Uma linha de produção). Há ainda que se ressaltar a respeito da capacidade de retenção da informação, esta, tende a ser bem maior durante esses treinamentos, além de ativar múltiplos elementos como áudio, interação com o ambiente, aspectos físicos e dimensionais de um ambiente real.


B)  Apresentação de novos produtos ou produtos existentes.


Imagine que você precisa fazer uma demonstração de um novo produto e ambiente, mas ainda não conta com esse produto. A realidade virtual pode ajudar a demonstrar esse futuro produto de uma forma prática. Exemplos: Necessito demonstrar uma linha de Aviões em uma feira, mas o espaço que tem para isso é extremamente pequeno. Com a realidade virtual você pode fazer uma demonstração imersiva da sua linha completa de produtos e até mesmo demonstrar produtos que ainda não existem e estão completamente prontos. Cada vez mais o 3D foto realista veem conseguindo resultados impressionantes, mascarando cada dia mais para o usuário diferenciar objetos reais de objetos 3D.


C) Saúde


Na área da saúde, essa tecnologia pode ser usada em ambientes virtuais com a finalidade de distrair o paciente. Desde um ambiente de meditação até um ambiente de relaxamento, com o propósito de reduzir dores para distrair o paciente durante o tratamento que pode provocar até dores extremas. Há resultados encontrados em pesquisas indicando que pacientes submetidos ao uso da realidade virtual reportam menos dor e utilizam menos medicação comparado aos pacientes que não utilizaram.


4. Quais as vantagens da realidade virtual para o consumidor? E para o varejo?


No varejo, vale ampliar os canais de atendimento, como lojas online, que simula a circulação pelo ponto de venda físico, e o consumo in loco (no lugar). Esse ponto de venda digital favorece mapear melhor a experiência do cliente com facilidade, do início ao fim e monitorar todas as interações


A imersão em uma experiência tecnológica mais sofisticada no ponto de venda produzirá novas formas de feedbacks, percepções e informações coletadas sobre o comportamento de compra do cliente. É possível que na rotina convencional de compra já não está agregando tantos novos insights. Ou porque o cliente se acomodou, o porque as mídias impressas (folhetos de críticas e elogios),  já caíram em desinteresse.


Para o cliente, a vantagem é ampliar a experiência de um consumidor no ponto de venda. AR para exibir informações complementares de um produto (alimento), dicas de uso através de interações audiovisuais (vestuário), simulações cada vez mais realistas (setor automotivo).


A integração entre o real e o digital confere um novo apelo, que gera mais interesse, seja este pela novidade, seja pela eficácia. Um ambiente de compra virtual, por exemplo, pode oferecer ao cliente toda a gama de informação concentrada numa mesma sessão (tela) e assegurando a conveniência de uma navegação online a partir de um ambiente físico de preferência do cliente.


Sua empresa pretende inovar nas Novas Tecnologias? entre em contato conosco para conversarmos mais sobre quais inovações tecnológicas podem transformar o seu negócio.